[DVC] Homenagens a Stanley Kubrick no mundo nerd

Há três anos, quando eu ainda estava na faculdade de Jornalismo, entrei para a equipe de um site de cinema chamado Cine Fanático (R.I.P.) para escrever notícias e cuidar de uma coluna semanal com conteúdo nerd. Hoje em dia é difícil dizer o que é ser nerd porque qualquer zé mané com uma camiseta do Capitão América já se enquadra na categoria, mas divago.

A minha coluna se chamava “De Volta Para o Cinema” e até ganhou uma vitrine (essa imagem aí com o Doctor Brown), a qual eu dei uma modificada pra ficar mais bonitinha aqui. O texto de hoje é o quarto que eu escrevi, em comemoração ao nascimento de Stanley Kubrick. Não foi nada fácil criar essa pauta, mas fiquei contendo com o resultado, apesar de que um vídeo teria ficado bem mais legal do que um texto.

Se quiserem ler o primeiro, o segundo e o terceiro texto é só clicar nos links aí.

Vitrine da minha coluna de cinema

Homenageando o grande cineasta Stanley Kubrick, que completaria 84 anos na próxima quinta-feira, a coluna De Volta para o Cinema traz hoje algumas referências do universo nerd/geek às obras desse importante artista do Século XX.

Em “2001 – Uma Odisséia no Espaço“, provavelmente o mais conhecido do diretor, é contada a história de uma equipe de astronautas que é enviada à Júpiter para investigar um enigmático monolito que parece emitir sinais de outra civilização interferindo no Planeta Terra. Entre vários elementos que construíram essa belíssima obra cinematográfica estão o tal monolito, o computador HAL 9000 e a própria trilha sonora do filme, podendo também ser vistos em várias outras obras da ficção.

buzz toy story 2

No início de Toy Story 2, por exemplo, somos contemplados com os primeiros segundos da sinfonia Also Sprach Zarathustra, tema de “Uma Odisséia no Espaço”, assim que Buzz Lightyear entra na fortaleza de Zurg, seu arqui-inimigo do espaço. O mesmo acontece no início de Os Simpsons – O Filme quando Comichão e Coçadinha estão se degladiando na lua.

super size me

O documentário “Super Size Me – A dieta do palhaço“, no qual Morgan Spurlock sente na própria pele os efeitos de viver um mês à base de fast food, exibe uma cena onde toca a valsa Danúbio Azul, em referência a Stanley Kubrick e a “2001”. Segundo o próprio Spurlock, essa foi sua homenagem a quem provavelmente era seu cineasta americano favorito.

hal9000

Já em Wall-E, uma das obras mais fantásticas da Pixar, além de toda a temática espacial, também existe um personagem chamado AUTO (o robô que controla a nave do filme). Seu visual, sua megalomania e sua voz são as maiores referência à HAL 9000.

Também existem outras referências menores a “2001 – Uma Odisséia no Espaço”, como a reprodução de uma das cenas na comédia “Rebobine Por Favor“, a aparição do monolito no filme “Howard, o Super-Herói” e no último episódio da série de TV animada “Mission Hill” (no episódio em questão, as crianças da série estão assistindo ao filme de Kubrick, quando surge uma televisão preta em alegoria ao monolito. E tudo isso ao som de Also Sprach Zarathustra. A cena pode ser vista aqui aos 4:04).

sala de guerra

Dr.Fantástico (Dr.Strangelove or: How I Learned to Stop Worrying and Love the Bomb) recebe poucas homenagens significativas no dito cinema nerd. Algumas delas são inocentes, como o nome do míssel usado em “Looney Tunes – De Volta a Ação” ser o mesmo do míssel “cavalgado” por Slim Pickens, e outras nem tanto, como um dos desenhos fálicos do filme Superbad, que também aparece montado num míssel (muito cuidado ao abrir o link, aliás).

Porém, a maior homenagem é feita à Sala de Guerra mostrada em Dr. Fantástico. Tanto “Watchmen” quanto “X-Men – Primeira Classe” possuem cenários baseados nessa locação.

beetlejuice

O Iluminado também é um filme que recebe muitas homenagens, sendo grande parte delas em séries de TV como Os Simpsons, Tiny Toons e Mystery Science Theater 3000. Já no cinema, três filmes que brincam e homenageiam cenas desse clássico do terror são: Beetlejuice, com sua tomada aérea inicial; Jurassic Park, na cena onde um velociraptor é trancado num freezer, assim como acontece com Jack no original; e a comédia Chumbo Grosso, quando o personagem principal se muda de cidade, vai fazer check in no hotel e a recepcionista então responde “Check in? Mas você SEMPRE esteve aqui.”

O primeiro Toy Story também fez uma pequena e quase imperceptível homenagem: na casa o Cid, o garoto-problema do filme, podemos ver que o carpete tem a mesma estampa do piso do hotel onde o personagem de Jack Nicholson se mostra um verdadeiro psicopata. É provável que alguém ligado ao desenvolvimento Toy Story tenha feito isso para criar uma comparação entre o Hotel Overlook e a casa do garoto.

kubrick 114

Além de todas as cenas clássicas e memoráveis presentes nos filmes de Stanley Kubrick, existe também a presença de uma marca deixada pelo diretor: o “código 114” e suas variações. Sua primeira aparição foi no filme Dr. Fantástico como “CRM 114″, que era o nome do equipamento decodificador de mensagens. Em 2001 – Uma Odisséia no Espaço, 114 era o número de identificação da nave de exploração que ia para Júpiter. E em Laranja Mecânica, o mais recente dos três, o código aparece sob a forma do Soro 114, a droga injetada no protagonista Alex.

Assim sendo, outros diretores também quiseram fazer sua homenagem e espalhar o 114 no meio de seus filmes. No começo de De Volta para o Futuro quando Marty McFly conecta sua guitarra em uma caixa amplificadora, aparece um aviso com os dizeres “CRM-114″. Em As Loucuras de Dick & Jane, CRM-114 era o número do formulário do banco que deveria ser alterado no final do filme. E em MIB 3, o CRM-114 é mostrado duas vezes: a primeira como o número do bloco da prisão do início do filme e a segunda no bunker que fica na praia durante as cenas finais.

Além dessas existem outras centenas de referências, homenagens e paródias aos filmes de Kubrick – tantas, que daria para compilar num livro. Mas esse post é só uma pequena amostra do trabalho dele e de outros diretores de cinema, séries de TV e desenhos animados que queriam deixar sua pequena mensagem de agradecimento ao gênio que abandonou esse mundo mas que deixou um imenso legado para trás.

[Esse texto foi postado originalmente em 24 de julho de 2012.]

Preciso de uns conselhos pra combater o desperdício de alimento no meu local de trabalho. Opine e/ou mande ideias. Grato.

Agora que eu resumi todo o texto no título, você pode ler o relato completo se isso te interessou de alguma forma.

Vejam o vídeo abaixo. Sério, não pulem.

Essa foi uma campanha de redução de desperdício de alimentos iniciada a partir da venda de “alimentos feios” – porém igualmente saudáveis e nutritivos – por um preço menor. Tenham também em mente que o Parlamento Europeu declarou 2014 o Ano contra o Desperdício de Alimentos.

Agora o negócio é o seguinte:

Continuar lendo

O Incrível Mundo de Gumball tem muito a ensinar sobre o sistema capitalista

Episódio
Episódio “The Bumpkin”

Estou eu aqui assistindo minha dose diária de O Incrível Mundo de Gumball quando surge o primeiro diálogo do episódio:

Gumball: Pai, por que a gente tem que ir pra escola?

Richard: Pra você poder arrumar um emprego.

Gumball: Mas por que eu preciso de um emprego?

Richard: Pra poder ganhar dinheiro.

Gumball: Mas por que eu preciso de dinheiro?

Continuar lendo